Te conheço?

1 Mar

Foi o Beto que começou, no blog dele, com está pergunta. Achei justo, já que passei o dia pensando nisso, questionar também: eu te conheço?

Mas, afinal, o que define o fato de conhecermos ou não uma pessoa? Intimidade, tempo, tipo de relacionamento, convivência, curiosidade, simples observação? Ou é aquele “encaixe perfeito” que ninguém sabe explicar?

Como mergulhar sem medo num mundo que, na maioria das vezes, é completamente diferente do nosso? Alias a questão talvez seja: queremos mergulhar nestes cenários tão distintos? Queremos realmente conhecer e dividir tal responsabilidade para com o outro?

Tenho a impressão de que as pessoas esquecem que, além da responsabilidade vem também a confiança, o carinho, a segurança, a companhia, a alegria compartilhada. É triste ver os netos que querem ser paparicados, mas não conhecem seus avôs; pessoas que morrem de medo de ficarem sozinhas, mas não dedicam tempo para conhecer seus parceiros. E aqueles que têm a honra de serem chamados de amigos, mas não fazem jus ao título? Tem também quem vive dizendo que quer conhecer gente nova, mas não faz ideia de quem está sentado ao seu lado no dia-a-dia.

A gente se conhece?

Anúncios

6 Respostas to “Te conheço?”

  1. flavita 2 de Março de 2011 às 9:19 AM #

    flor,

    Acredito que de cada pessoa em nossas vidas conhecemos um pouco, e esse tanto é suficiente e preenche a necessidade que temos de compartir com esse ou aquele indivíduo.
    Nunca saberemos o que de profundo está em cada coração, alma e mente.
    O conhecer é superficial demais para nós simples mortais, mas temos essa necessidade!

    Adoro seu blog. bom dia bonita!

    • @canaumann 2 de Março de 2011 às 2:26 PM #

      Ruim é quando “esse tanto” não parece ser mais suficiente. Né? Uns querem tanto, outros não querem nada…

      Adoro saber que você passa por aqui! =)
      Beijos

  2. Beto 2 de Março de 2011 às 2:42 PM #

    Sabe que eu também venho pensando nisso? haha

    Mas acho que das milhares de pessoas que conheço, Cá, talvez você esteja entre as cinco que melhor me conhece.

    Acho que como a Flavita disse aí em cima, talvez cada pessoa conheça um lado diferente de nós, que, quando somadas, completam e preenchem todas as nossas necessidades de relacionamento…

    • @canaumann 3 de Março de 2011 às 10:39 AM #

      Deve ser por aí sim.. Afinal, quando nossas necessidades não estão satisfeitas, sempre corremos atrás, né? Daí a vontade de conhecer e ser conhecido… Será?

      É muito bom poder fazer parte do teu mundo! =)

  3. RICARDO 2 de Março de 2011 às 3:07 PM #

    É engraçado como algo em comum, pode nos tornar conhecidos, ainda que distantes fisicamente. Começei a frequentar este blog em função da diabetes da minha filha. Agora, até parecemos próximos, mesmo sem nunca termos nos visto pessoalmente.

    • @canaumann 3 de Março de 2011 às 10:45 AM #

      E no final, é isso também que procuramos no próximo: algo em comum capaz de nos aproximar e manter por perto. Né, Ricardo? =)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s