Eu uso bomba de insulina…

18 Maio

Já fiz uma introdução sobre a bomba de insulina em um post mais antigo e hoje respondo uma pergunta que me foi twittada semana passada. Vale lembrar que cabe a você, diabético, calcular o trade-off e perceber se a bomba é, ou não, o melhor tratamento para seu caso/momento… E é claro, conversar com seu médico antes de qualquer decisão e atitude!

# Dá para nadar, jogar futebol e lutar jiu-jitsu com essa bomba?

Não, sim e provavelmente não. Depende! Vamos lá: Para nadar, tomar banho, dançar na chuva ou qualquer outra atividade que envolva muita água, a bomba deve ser desconectada do corpo, pois não é a prova d´água. Isso não significa que você terá que fazer toda a troca de insumos novamente – Não: a bomba possui uma função de suspender, ou seja, tirar a bomba por curtos períodos de tempo para exercer determinadas funções. Basta desconectar e proteger a parte que fica no corpo com uma tampinha. Para saber se é possível jogar futebol, jiu-jitsu, entre outros, é preciso teste e bom senso. Também é preciso saber o melhor lugar (que não cause desconforto, que não atrapalhe, que não caia facilmente, …) para colocar a bomba durante o exercício. Grande parte é questão de adaptação!

Anúncios

21 Respostas to “Eu uso bomba de insulina…”

  1. Junião 18 de Maio de 2010 às 1:29 PM #

    Mulher bomba! rs Cá, estou tendo verdadeiras aulas sobre tratamentos para Diabetes! Muito bacana, isso ajuda muito a quebrar mitos e preconceitos!

    • Carol Naumann 20 de Maio de 2010 às 11:06 AM #

      Que assim seja, querido!

  2. Eliezer 19 de Maio de 2010 às 8:30 PM #

    Na maioria dos casos, quem usa esse aparelho sempre falam bem, principalmente nos caso de hipoglicemias severas. Legal o artigo.

    • Carol Naumann 20 de Maio de 2010 às 11:09 AM #

      A bomba ajuda bastante no controle. Para mim, está valendo a pena! Volta sempre!

  3. roberta 20 de Maio de 2010 às 8:13 AM #

    Carol tabalho numa fabrica aqui no japao e faco tudinho com ela subo agacho levanto subo escadas correndo ,pulo enfin ela nao me empede de nada !!!So que pra ir pra piscina ,ofuro ou mar ,minha medica e a infermeira da medtronic ( que alias e diabetica tipo 1 a 23 anos e tb usa uma bomba igual a nossa ) disseram que deve tirar tudo e fazer a troca na hora que acabar as atividades na agua ,que nao e aonselhavel ficar de ” mollho ” na agura com a tampinha que pode entrar bacterias e levar a uma infeccao ,toda vez que vou ao mar uso minha canetinha ! qual foi a isntrucao que vc recebeu sobre isso??
    bjim

    • Carol Naumann 20 de Maio de 2010 às 11:11 AM #

      Interessante! Não conversei especificamente sobre entrar no mar, mas me disseram que varia muito do tempo que você fica. Se fica muito tempo, a adesivo nem aguenta, né? E para ir para praia, prefiro mesmo tirar e usar caneta, voltando ao tratamento no final do dia ou do feriado, depende… (é mais discreto!) Obrigada pela informação, Roberta!

  4. roberta 20 de Maio de 2010 às 8:14 AM #

    Carol eu praticamente nao tenho Hipo e vc sentiu diferenca?
    bjim

    • Carol Naumann 20 de Maio de 2010 às 11:13 AM #

      Tive hipo severa uma vez só, antes de usar a bomba – Desmaiei e tudo mais. Hoje em dia, não tenho mais hipo não! É raro, e quando acontece, sinto logo no início! Beijos

  5. Francisco 20 de Maio de 2010 às 1:22 PM #

    Assim como o Junião, estou tendo aulas de Diabetes! Bom saber que está cada vez mais interada e “de bem” com tudo isso.

    • Carol Naumann 20 de Maio de 2010 às 3:28 PM #

      Você faz parte disso, e sabe! =) Te gosto muito! Obrigada pela ajuda e presença de sempre!

  6. Viviane Capato 20 de Maio de 2010 às 2:16 PM #

    Ola Carol!!! Se me permite esta intimidade!!!

    Li seus posts e vi que vc aceitou ser “um pouco diferente” e fiquei muito feliz. Meu noivo hoje com 27 anos está internado na UTI Coronaria do Hospital Paulo Sacramento em Jundiai, e como você tem diabetes tipo I desde os 8 anos…. Por motivos mil… que vou explicando a ti em nossas conversas que espero sejam sempre a partir de agora… ele já teve a perca de 100% de uma vista é renal cronico, fazendo sessões de hemodialise três vezes por semana quatro horas cada, teve dois infartos em março realizando um cateterismo e uma angioplastia e essa semana apresentou o novo quadro fazendo um novo cateterismo e uma nova angioplastia.. e eu não vim aqui te dizer isso pra te desanimar… mas pra te mostrar o quanto é importante aceitar conviver, cuidar e ser feliz com a sua diferença… se talvez ele tivesse aceitado tudo isso hoje as coisas seriam bem diferentes… Um bjo no seu coração

    Viviane Capato

    • Carol Naumann 20 de Maio de 2010 às 3:34 PM #

      Viviane, antes de tudo, melhoras para o teu noivo! Saúde e força para vocês!
      Pode ter certeza que não me deixa desanimada, pelo contrário, são alguns choques que nos fazem querer lutar e conviver com a situação cada vez mais e melhor! Também tenho alguns problemas em conseqüência do diabetes, mas a partir do momento que você aceita e passa a se cuidar, como diz a música, a vida pode ser maravilhosa! Assim que ele se recuperar, quem sabe não tomamos um café aqui em São Paulo? Temos, juntos, muito o que aprender… Obrigada pela visita!

  7. elisakobay 20 de Maio de 2010 às 9:41 PM #

    Eu nunca usei a bomba…mas me interesso em usar… por enquanto só uso a caneta de lantus e novorapid quando precisa…bom saber mais informações… beijos

    • Carol Naumann 21 de Maio de 2010 às 4:57 PM #

      Eu começei usar a bomba há 3 meses mais ou menos e estou gostando bastante! Também usava caneta Lantus, mas com Humalog, sempre que ia comer (contagem de carboidrato). Ainda estou me adaptando, mas meu controle ficou mais fácil e melhor! =)

  8. Teresa 20 de Maio de 2010 às 11:20 PM #

    Oi Carol,
    Quando eu coloquei a bomba, a enfermeira da Medtronic e a minha médica me orientaram a não usar a bomba durante a atividade física para não ter hipos e colocar a bomba no basal temporário depois que eu termino o exercício. Você faz exercícios/ esportes com a bomba?
    Quando eu vou para a praia, eu também volto a usar a Levemir, nem tanto pela cânula, mas porque eu tenho medo que entre areia na bomba. Essa bomba é cara demais para a gente ter que trocar por falta de cuidados, não é verdade?
    Coloquei o seu endereço no meu blog. Deixo aqui o convite para você me visitar lá! ;)
    http://www.diadiadiabetes.blogspot.com
    Bjs

    • Carol Naumann 21 de Maio de 2010 às 5:04 PM #

      Teresa, já pasei pelo teu blog algumas vezes, mas agora, com convite, me sinto até bem vinda! =) Eu faço atividade física com a bomba, pq no início, meus números sobem bastante. Se a atividade é de grande esforço, tiro no meio do exercício… Sobre a praia, com certeza! Todo cuidado é pouco, né?! E falando nisso, vou tentar conseguir os insumos pelo governo.. veremos!
      Passe sempre por aqui! Beijo!

  9. Eliane.cr 15 de Junho de 2010 às 8:12 PM #

    O que é Trade-off??

    • Carol Naumann 16 de Junho de 2010 às 2:54 PM #

      Eliane, Trade-off é uma expressão que define uma situação em que há conflito de escolha. É a resolução de um “problema” que acarreta outro, obrigando uma escolha. Ocorre quando se abre mão de alguma coisa para se obter outra. Deu pra entender?

  10. Marcia 13 de Maio de 2011 às 2:51 PM #

    Tenho DM1 há 39a. Uso bomba desde dez. de 2008. A adaptação foi difícil mas como meu diabetes era muito instável persisti. O maior problema foi quanto a escolha do cateter. Sou magra, embora digam que atualmente é raro, tenho lipodistrofia(atrofia)causada por insulina e só há 7 meses uso um cateter que pela foto é igual ao seu. Desde então até o controle melhorou. O antigo cateter vivia fazendo a bomba suspender no meio da aplicação quando não causava outros desconfortos.

    • @canaumann 31 de Maio de 2011 às 10:28 PM #

      Bom saber que agora as coisas estão melhores, Marcia! Seja, sempre, bem vinda!

  11. Fabricio Alves 4 de Janeiro de 2013 às 10:39 PM #

    Olá. Uso bomba de insulina um pouco mais de 1 ano. Fiquei durante quase 10 anos aplicando uma insulina ultrapassada. Quando descobri a tecnica de contagem de carboidrados, atraves de outro medico, resolvi comprar a bomba. Nao vou dizer que ficou 100 % mas melhorou muito o controle. O grande problema que observo é: no primeiro dia em que troco a “agulha” a minha glicemia fica bem regulada mas dificilmente quando chega no terceiro dia com o mesmo cateter a glicemia já não tá tão controlada. As vezes até um pouco de pus, onde foi aplicado o cateter, aparece. Pra ficar trocando o cateter todo dia fica inviavel. Isso acontece com voce?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s